---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Audiência pública abre debates sobre revisão do Plano Diretor de Trombudo Central

Publicado em 02/07/2019 às 11:33 - Atualizado em 02/07/2019 às 11:36

Foi realizada na noite desta quinta-feira, dia 27, uma audiência pública sobre a revisão do Plano Diretor de Trombudo Central, para apresentar as propostas discutidas para revisão.

A reunião ocorreu no plenário da Câmara de Vereadores de Trombudo Central com a presença da comunidade e autoridades, onde puderam esclarecer suas dúvidas e acrescentar sugestões.

Nesta audiência foram discutidas as diretrizes, os próximos passos da revisão e também as proposições com a sociedade. Para Geziel Becker, coordenador do Núcleo Gestor, a audiência mostra transparência nos atos realizados e também coloca a par a comunidade sobre as alterações: “Contamos com o site que as pessoas podem acessar e lá elas podem enviar suas sugestões para contribuição da revisão do Plano Diretor. É importante que a sociedade participe, tire as dúvidas e colabore nesta ação”, enfatizou ele.

A prefeita Geovana Gessner, agradeceu a presença de todos e também enfatizou a participação da população neste ato: “Todos podem contribuir para melhoria da nossa cidade, já que essa revisão do Plano Diretor é para a atual administração e também para as próximas, então é um trabalho que está sendo desenvolvido para o bem da população e a participação dos moradores é importante”, destacou a prefeita.

Após as etapas da revisão, a Prefeitura irá elaborar um novo projeto de lei complementar do plano, com as atualizações e modificações necessárias, conforme sugeridas pelos grupos e também pela sociedade. O documento será enviado para a Câmara Municipal para apreciação e votação dos vereadores.

É necessário que o Plano Diretor seja atualizado a cada dez anos. A instituição do plano diretor em Trombudo Central foi em 2009.

PLANO DIRETOR
O Plano Diretor é o instrumento básico da política de desenvolvimento do Município. Sua principal finalidade é orientar a atuação do poder público e da iniciativa privada na construção dos espaços urbano e rural na oferta dos serviços públicos essenciais, visando assegurar melhores condições de vida para a população.